BOINAS VERDES
Home
Destaques
Associações
Historial
Histórias e Curiosidades
 
INSIGNIAS
Pára-quedistas
Cráchas em Portugual
Cráchas em Angola
Cráchas em Moçambique
Cráchas em Guiné-Bissau
 
FOTOS
Enviadas
Diversas
Recentes
Antigas
Curso de Pára-quedismo
Saltos
Final de Curso

 

EQUIPAMENTO
Boina Verde
Galil
G3
MG-42 (MG3)
Armalite AR-10
HK 21
Missil Milan
Canhão Carl Gustaf
Stinger Fim 92
Pára-quedas Aerazur
Pára-quedas CTP A2  

 

GALERIA
Colecção
Metal
Tecido
 
VIDEOS
Toros
Calistenias
Torre Americana

 

 

MG 42

O exército alemão começou a Segunda Guerra Mundial com a MG34. Esta metralhadora era uma arma bem trabalhada que infelizmente era demasiada cara de manufacturar e não  correspondia ás exigências estritas de um esforço em tempo de guerra.

O Dr. Grunow do Grossfusswerken em Döbeln em Sachsen, que se especializou na tecnologia de produção massa, foi lhe dado o projecto para uma recolocação. O resultado, depois que muito trabalho de projecto e testes no campo, era a MG42.

Esta metralhadora era em muitas características similares a MG34 mas era muito mais simples no projecto, mais fácil de manufacturar e mais barata. A MG 42 utiliza a munição de 7.92mm e tem uma cadência de tiro muito rápida de até 1500 munições por minuto. Esta cadência cria muitas vibrações, que afectaram de algum modo a precisão até que um sistema de freio foi implementado que estabilizou a arma.

 A cadência rápida de tiro torna impossível fazer tiro a tiro, mas usando curtos disparos esta arma é formidável no campo de batalha, especial nas mãos de equipas de tiro treinadas. Com a cadência rápida de tiro existe um grande aquecimento do cano. A MG42 tem uum sistema muito simples e eficaz de mudar o cano de modo rápido e simples. No fim da Segunda Guerra Mundial muitas MG42s foram usadas no rearmamento francês e de outros países que tinham sido ocupados pela a Alemanha, assim pode-se ainda encontrar as MG-42 em varias localizações.

 A MG42 foi alterada para 7.62x51mm e é conhecida por MG3. A Mauser é, apenas como a maioria metralhadoras de batalha, extremamente fáceis de desmontar no campo.  A Mg-42 e suas descendentes directas estão entre as melhores do mundo da sua classe. Os números totais da MG-42s construídas durante Segunda Guerra Mundial são estimados como não menos de 400 000, e mantendo-se ainda a sua manufacturação em alguns países, os números totais da Mg-42 e seus descendentes directos produzidas no mundo podem estar perto de um milhão de unidades.

 
Caracteristicas MG-3   Caracteristicas MG-42 LMG
Calibre 76,2 mm   Calibre 7.92 mm
Comprimento 122,5 cm   Comprimento 122 cm 
Comprimento Cano 56,5 cm    Comprimento Cano 53 cm 
Peso (Vazia) 10.2 kg    Peso (Vazia)  
Peso (bipé) 11.5 kg    Peso (bipé) 11.6 kg
Peso (tripé) 25 kg    Peso (tripé)  
Cadência deTiro 1150 por minuto   Cadência deTiro 1500 por minuto
Distância deTiro max efectiva  1200 metros   Distância deTiro max efectiva  1000 metros

Mandamentos do Pára-quedista


I - O Pára-quedista é um soldado de elite. Procura o combate e treina-se para suportar toda a dureza. Para ele, a luta é a plena manifestação de si próprio.

II - O Pára-quedista cultiva a verdadeira camaradagem. Só com a ajuda dos seus Camaradas consegue vencer; e é junto deles, e por eles, que morre.

III - O Pára-quedista sabe o que diz e não fala demasiado. As mulheres falam, mas os homens actuam. A indiscrição causa, normalmente, a morte.

IV - O Pára-quedista é calmo,prudente, forte e resoluto. O seu valor e entusiasmo dão-lhe o espírito ofensivo que o arrastará no combate.

V - O Pára-quedista sabe que as munições constituem o que de mais precioso tem frente ao inimigo.Os que atiram inutilmente, só para se tranquilizarem, nada valem; são fracos e não merecem o nome de Pára-quedistas.

VI - Pára-quedista não se rende.Vencer ou morrer constitui, para ele,ponto de honra.

VII - O Pára-quedista sabe que só triunfará quando as suas armas estiverem em bom estado. Por isso,obedece ao lema: "Primeiro, cuidar das armas, só depois, dele próprio':

VIII -  O Pára-quedista conhece a missão e a finalidade de todas as suas operações. se o seu comandante for morto, poderá, ele sozinho, cumprir a sua missão.

IX - O Pára-quedista combate o inimigo com Lealdade nobreza. Mas não tem piedade dos que,não ousando lutar do mesmo modo,se dissimulam no anonimato.

X - O Pára-quedista tem os olhos bem abertos e sabe utilizar ao máximo todos os recursos. Ágil como uma gazela, duro como aço,quando necessário, embora não o sendo, é capaz de agir como pirata, pele vermelha ou terrorista. Nada há que lhe seja impossível.


Hino do Pára-quedista

Paraquedista

Que andas em terra,

A tua alma encerra

Saudades do ar

 

E na conquista

Beijam-te as moças

Só p`ra que nao ouças

teu peito a vibrar

 

A morte é franca

Já te foi apresentada

ela de ti nao quer nada

Tem amor aos arrojados

 

A asa Branca

Quando a trazes desdobrada

é como a saia rodada

da moça dos teus pecados.

 

E quando em guerra

Mergulhares, fendendo o espaço,

Hás-de dar um grande abraço

Aos anjos que andam no céu

 

E quando em terra

Enfrentares audaz o perigo,

Gritarás ao inimigo:

- Alto aí ! Aqui estou eu


 
    Site actualizado em 09/12/2017
 
    © 2002-2017